Logo SNS
  • Rua Professor Álvaro Rodrigues | Telefone: 226 192 400

Serviço de Auditoria Interna

 

Missão da Auditoria Interna

Aumentar e proteger o valor organizacional, fornecendo avaliação (assurance), assessoria (advisory) e conhecimento (insight) objetivos baseados em riscos.
(IIA – The Institute of Internal Auditors)

Auditoria Interna

Atividade independente, de avaliação objetiva e de consultoria, destinada a acrescentar valor e a melhorar as operações de uma organização. Assiste a organização na consecução dos seus objetivos, através de uma abordagem sistemática e disciplinada, na avaliação da eficácia dos processos de gestão de risco, controlo e governação.
(IIA – The Institute of Internal Auditors)

Competências Serviço de Auditoria Interna

Ao Serviço de Auditoria Interna do Hospital de Magalhães Lemos, E.P.E. compete a avaliação dos processos de controlo interno e de gestão de riscos, nos domínios contabilístico, financeiro, operacional, informático e de recursos humanos, contribuindo para o seu aperfeiçoamento contínuo.
Compete em especial ao Serviço de Auditoria Interna:
a) Fornecer ao Conselho de Administração análises e recomendações sobre as atividades revistas para melhoria do funcionamento dos serviços;
b) Receber as comunicações de irregularidades sobre a organização e funcionamento do Hospital de Magalhães Lemos, E.P.E., apresentadas pelos demais órgãos estatutários, trabalhadores, colaboradores, utentes e cidadãos em geral;
c) Elaborar o plano anual de auditoria interna e elaborar anualmente um relatório sobre a atividade desenvolvida, em que se refiram os controlos efetuados, as anomalias detetadas e as medidas corretivas a adotar;
d) Elaborar o plano de gestão de riscos de corrupção e infrações conexas e o respetivo relatório anual de execução.
No âmbito da sua atividade, o Serviço de Auditoria Interna colabora com a Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. e a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde.
_Plano Anual de Auditoria Interna
_Relatório Anual de Auditoria Interna

 

 

 

Comunicação de irregularidades

São considerados como irregularidades os factos que indiciem:
a) Violação de princípios e disposições legais, regulamentares e deontológicas por parte dos membros dos órgãos estatutários, trabalhadores, fornecedores de bens e prestadores de serviços no exercício dos seus cargos profissionais;
b) Dano, abuso ou desvio relativo ao património do Hospital de Magalhães Lemos, E.P.E., ou dos utentes;
c) Prejuízo à imagem ou reputação do Hospital de Magalhães Lemos, E. P. E.;
A comunicação de factos com indícios de irregularidades, nos termos do Regulamento de Comunicação de Irregularidades, deve ser efetuada por escrito, através de carta ou correio eletrónico, dirigidas ao Auditor Interno para os seguintes endereços:
Endereço de correio eletrónico:
auditoriainterna@hmlemos.min-saude.pt
Endereço postal:
R. Prof. Álvaro Rodrigues
4149-003 Porto
_Regulamento de Comunicação de Irregularidades
 
 

 

Prevenção de Riscos de Gestão

O plano de prevenção de riscos de gestão, incluindo os de corrupção e infrações conexas, visa identificar as situações potenciadoras de riscos de gestão bem como, os controlos implementados e/ou a implementar que mitiguem a probabilidade de ocorrência e o impacto que tais eventos poderiam ter na prossecução dos objetivos institucionais.
_Plano de Prevenção de Riscos de Gestão, Corrupção e Infrações Conexas
_Relatório de Execução do Plano de Prevenção de Riscos de Gestão, Corrupção e Infrações Conexas
 
 

Top